A FG Wilson transforma serviços de saúde no Forth Valley Hospital

Provavelmente não há requisitos importantes mais significativos do que uma fonte de alimentação de emergência, totalmente confiável, do que os de um hospital muito ativo. Em termos simples, vidas podem ser perdidas se o equipamento eletrônico vital falhar.

FG Wilson, um dos fabricantes líderes mundiais de grupos geradores a diesel e à gasolina, fortaleceu recentemente seu histórico estelar no que se refere ao fornecimento de soluções de energia para hospitais, garantindo energia ilimitada quando a energia principal falha.

O fabricante internacional de engenharia, com sede na Irlanda do Norte e que atua na China, EUA, Brasil e Índia, foi incumbido em 2008 de fornecer e entregar um sistema de emergência para alimentar todo o Forth Valley Royal Hospital de £300m em Larbert.

O maior hospital NHS da Escócia, o Forth Valley Royal abriu em 2011 e conta com 860 leitos e 16 centros cirúrgicos. As instalações incluem uma unidade de saúde mental e uma unidade de atendimento à mulheres e crianças em uma área equivalente a nove campos de futebol. Apresenta também o primeiro sistema de farmácia totalmente robotizado da Escócia, no qual um robô entrega e rotula medicamentos.

O projeto foi entregue com sucesso pela Dieselec Thistle Generators, distribuidor oficial da FG Wilson, em um contrato da Lang O'Rourke. A capacidade de 8MVA de potência, distribuída através da rede de 11.000 V da planta, abrange desde cozinhas com tecnologia de última geração a centros cirúrgicos de alta tecnologia.

Como resultando do trabalho realizado nestas instalações, a FG Wilson e a Dieselec Thistle ganharam contratos com os hospitais NHS em Fife e Londres, bem como no maior hospital da Europa, o Southern General Hospital em Glasgow.

Durante uma licitação para o contrato Forth Valley Royal em 2008, a Dieselec Thistle e a FG Wilson demonstraram experiência e excelente histórico com casos de estudo de soluções para energia completas e prontas, fornecidas anteriormente para o New Stobhill Hospital e o New Victoria Hospital em Glasgow.

A Dieselec Thistle Generators ganhou a licitação após o envio de uma documentação técnica clara e transparente sobre a solução completa e pronta. O projeto formado por quatro grupos geradores de 2 MVA, 11.000 V, 50 Hz, sincronizados e dispostos em uma configuração N+1 para fornecer um sistema de energia de emergência confiável para o hospital - mesmo quando um gerador falha ou está em manutenção.

Foi fundamental que a FG Wilson projetasse um sistema que pudesse acomodar cargas críticas em áreas estratégicas do prédio. Como elemento chave do sistema de gerenciamento de energia projetado pela FG Wilson, os centros cirúrgicos, salas de raio-X e centros de imagem de diagnóstico podem ser energizados rapidamente através da energia de emergência do gerador. A habilidade de implementar este nível de priorização foi possível graças à abrangência e ao alcance do CLP mestre de troca a quente e às estações de E/S distribuídas.

O sistema de energia completo projetado pela FG Wilson fornece controle ininterrupto do sistema de energia, mesmo quando elementos individuais do equipamento de controle CLP e a comunicação falham. A fim de fornecer este controle, 14 estações de entrada/saída do CLP estão localizados nos painéis principais LV e HV por todo o hospital, com as estações conectadas ao CLP de troca a quente através de um sistema de cabo de fibra óptica conectado em uma configuração de anel.

Com a habilidade de reduzir o nível de dano por corrente de falha à terra ao mesmo tempo em que habilita a proteção para operação, a FG Wilson forneceu também um sistema de aterramento para o gerador HV.

Além disso, SCADA, um sistema de supervisão de gerenciamento de potência com tela touchscreen, foi instalado, permitindo que os engenheiros do hospital supervisionassem o sistema de gerenciamento de energia e monitorassem e controlassem qualquer elemento do sistema, quando necessário. A FG Wilson garantiu que o SCADA pudesse ser controlado a partir do painel CLP mestre, bem como remotamente, através da sala de controle do centro de energia.

Uma prioridade chave para o hospital foi também manter níveis de ruídos no mínimo, portanto, a FG Wilson projetou e construiu contêineres de baixo ruído feitos sob medida os quais foram abrigados em um recinto na planta do hospital.

George Hobbins da Dieselec Thistle Generators, Gerente de Projeto para o projeto do Forth Valley Hospital, comentou:

"Como em qualquer hospital NHS, era prioridade para o Forth Valley garantir que os custos permanecessem viáveis. Trabalhando em conjunto com a FG Wilson, permitimos economias significativas comparado à solução de instalação convencional. Este projeto foi muito gratificante e um grande sucesso graças à cooperação e a colaboração de todos envolvidos."